CORONELISMO NA INTERNET

A imagem acima é apenas ilustrativa, um exemplo de “Coronel do Maranhão”

Um conselho que daria aos internautas seria pensar um pouco antes de escrever. Evitar comentários de frases curtas ou tolas, ser mais útil e agregar mais conhecimentos ao tema em questão.

Com a visível perda de credibilidade na área de informações televisivas, muitas pessoas têm migrado para a internet a procura de notícias mais confiáveis.  Isto sem contar com a opção de fazer seu próprio comentário, dando sua opinião.

Fiquem alertas porque no ranking dos sete maiores bilionários do Brasil, seis estão no comando e controle da dobradinha bebidas e mídia. Ou seja: uma depende da outra, se protegem e se ajudam.

O bom observador já deve ter percebido que coronelismo já se instalou também na internet, contaminando as redes sociais, blogs e sites.

Se a quantidade de repórteres e jornalistas sem caráter é grande, os blogueiros, profissionais em TI e anarquistas espalhados pela internet é muito maior. Com uma pequena quantia em dinheiro, (o que não falta aos bilionários) estão dispostos a caluniar, criar notícias infundadas, espalhar ódio, rancor ou mostrar virtudes no pior dos mau caráter.

E os sites bonitos e bem elaborados tem feito muitas pessoas acreditarem em Papai Noel, que OMO lava mais branco e cigarro da marca X lhe fará um campeão, ou que Skool desce redondo.

Saber navegar na internet não é para qualquer um. É preciso separar o joio do trigo com cuidado porque existe mais joio que trigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s